quarta-feira, 23 de outubro de 2013

[Crítica] Pretty Little Liars - 4x13: Grave New World


Algumas coisas não conseguem permanecer enterradas.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Estamos de volta com a série mais polêmica e enrolada dos últimos tempos. De fato, é impressionante que a reviews tenham passado pelas mãos de quase todos os críticos do Meu Mundo Alternativo. E, como a mentira começou comigo, é para mim que ela sempre volta. Ricardo está fora das críticas semanais de Pretty Little Liars, ele foi trancafiado pela -A depois que ele não gostou de sua verdadeira identidade. Tenho muita coisa para comentar, não só do episódio, como também desse tempo que eu fiquei afastado das críticas. Por isso, no próximo parágrafo, pretendo dar uma passada rápida nos eventos recentes da série. Todos estão com suas fantasias?

Estamos sendo enrolados há quatro anos e isso não é mistério para ninguém. Chegamos até aqui e não vamos parar sem conseguir algumas respostas. Para a minha surpresa, até que o roteiro entregou mais do que eu esperava na Summer Finale, o que certamente renovou minha fé na série. Sei que ela continuará a enrolar daqui para frente até chegar a uma chocante - espero eu - Season Finale. No episódio 12, nós soubemos que a Alison estava viva e também quem era -A. Gostei das duas revelações e até concordo que nenhuma delas era realmente uma surpresa, mas fazem bastante sentido. Nunca deixei de pensar no final de um episódio onde -A gira uma garrafa para escolher o seu alvo e acaba caindo na Aria. Porém, sambando na sociedade, -A rouba o seu próprio jogo e roda novamente para salvar a pele da baixinha.

Somando isso a todas as teorias de que a Aria seria a grande -A da história, nós temos uma revelação coerente, que consegue amarrar diversas pontas soltas. Ezra é um ótimo vilão! Ele sempre esteve por perto. Ninguém nunca realmente desconfiou. Todos apontaram, é claro, mas ele conseguia se manter inútil dentro da trama, de modo que não nos preocupássemos com ele. Eu simplesmente adorei essa reviravolta, até porque, o personagem parece que vai renascer diante dos meus olhos. Depois de uma das tramas mais chatas de toda a série - envolvendo o seu filho chato -, Ezra ressurge como o grande vilão da história. Precisa ter muito poder, não é verdade? E vocês pensam que ele iria colocar uma jaqueta vermelha, uma peruca loira e sairia sambando nas mentirosas amadoras? Estão muito enganados! Ele tem o seu próprio uniforme. Gostei desse detalhe também! A caracterização dele assusta muito mais do que a jaqueta vermelha, ainda mais com aquela respiração.

Infelizmente, eu esperava muito mais desse episódio. Eu sempre gostei dos especiais de Halloween - que já viraram tradição nessa série -, mas esse acabou sendo o mais fraco deles, tanto em história quanto em produção. Nenhuma grande festa em um trem assustador ou boas fantasias por aqui. Tivemos basicamente quarenta minutos com as meninas andando de um lado para outro. Na casa, no cemitério, na rua, na chuva, na fazenda e numa casinha de sapê. Just kidding! Sei que é meio idiota falar sobre os erros da produção atualmente, mas como é minha reestreia na série, eu não tenho como evitar. Bem, primeiro que as meninas simplesmente não conseguem ficar juntas. E como elas desaparecem do nada, sem qualquer barulho? E como a Alison entrou no mausoléu, empurrou a estátua, entrou no buraco e o selou, dez segundos antes das meninas entrarem no local. E, detalhe, sem qualquer barulho! Rá!

Enfim, eu realmente não tenho condições de ficar enumerando todos os absurdos, porque iria me cansar de tanto escrever. O importante é que eu esperava que esse episódio fosse muito mais assustador. O cenário tinha tudo para trazer um episódio cheio de terror. -A prende a Hanna em uma cabine telefônica e a assusta... com luzes? Por que ele não começou a enfiar espadas na cabine? Seria muito mais assustador. É triste! Porque eu sou muito mais diabólico que os vilões dessa série. Ah, minha última reclamação fica por conta do confronto entre o SoldAdo e a Spencer. A garota conseguiu derrubar o Ezra e depois conseguiu se machucar sozinha. Acho que os roteiristas poderiam ter escrito algo menos forçado. Aliás, qual é a regra básica de sobrevivência? Se o vilão desmaiou, continue batendo até você ver a massa cerebral escorrendo pelo chão.

Esses foram os pontos principais que eu gostaria de destacar nesse meu retorno. Aliás, voltei juntinho com a vadia da Alison. Estamos sincronizados! Agora é oficial, ela está mesmo viva. E vocês perceberam o poker face no final do episódio quando o Ezra volta para devolver o celular da Aria? Elas sequer fingiram que estavam olhando a lua. Ficaram lá, paradas olhando para o exato lugar onde a Alison tinha estado segundos atrás. Depois se perguntam porque a vadia mor da série não as procurou com antecedência. Quase me esqueci de comentar, mas eu pensei que a Spencer iria desconfiar do Ezra no final desse episódio. Em seu breve confronto com o SoldAdo, ela conseguiu cortá-lo. Pensei que ela iria notar que o Ezra estava escondendo a mão ou veria o corte em algum momento. Ainda não foi essa semana, mas certamente será importante nas próximas.

My Little LiArs:

 - A velha dos olhos incrivelmente claros previu que uma delas foi tocada pelo inimigo. É muito fácil prever agora que o segredo já foi revelado para os espectadores. Gostaria de ver caso ninguém soubesse se você teria essa mesma atitude.

- Melhor parte do episódio? As garotas querendo que a Emily troque o pneu só porque ele é lésbica. Coitado, foi a que mais arregou no episódio. Só ouvi coisas como "quero ir embora", "não devíamos estar aqui".

- Esse episódio também serviu para fazer uma conexão direta com o spin-off sobrenatural, Ravenswood. Eu não estava muito convencido a assistir, mas até que eu gostei do que vi. Não sou muito chegado no Caleb, mas ele formou uma boa dupla com a nova garota. Pensei que seriam as partes mais chatas do episódio, mas fiquei bastante entretido por elas.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. -Se o vilão desmaiou, continue batendo até você ver a massa cerebral escorrendo pelo chão.
    Pensei a mesma coisa!!!!!!kkkkkkkkkkkk
    Tbm acho que os roteiristas ficaram mais preocupados em mostrar mais o spin-off do que o especial em si, do final do eps, não sei se era mesmo a Ali ou elas estavam com os "miolos" bagunçados que tanto correr, correr e correr do nada pra lugar nenhum.kkkkkkkkk
    Foi bem fraquinho, mas spr que agora tenha um vilão de verdade sendo -A pq tá difícil essa enrolação toda. Estamos acostumados com essa enrolação? Sim, mas tá na hora da série crescer e continuar nos alegrando e surpreendendo.

    ResponderExcluir
  2. Nefferson, eu também não sou muito fã do Caleb, mas eu assisti ao primeiro episódio de Ravenswood e eu achei muito bom. Tem um plot sobrenatural, e o final do primeiro ep é sensacional. Só espere que os produtores não comecem a enrolar com ela também neh...

    ResponderExcluir